09
Out 08

O "Roberto Ivens" foi construído em Selby, na Inglaterra, tinha o comprimento de 42,72 metros e era movido por uma máquina a vapor.

Foi um dos navios portugueses afundados na Grande Guerra e tinha a alcunha de "o caça-minas". A sua missão era patrulhar a costa portuguesa, tentado detectar minas colocadas pelos alemães.

A 26 de Julho de 1917, colidiu com um engenho explosivo na zona entre o Cabo da Roca e o Cabo Espichel, o que provocou o seu afundamento e também a morte de vários militares.

 

 

                                           "Augusto Castilho"

 

O "Augusto Castilho" foi outro dos navios afundados na Grande Guerra. Começou por ser um navio de pesca do tipo arrastão e só na Grande Guerra passou a ser um navio de guerra. Tinha como missão patrulhar e escoltar outros navios. Era assim dotado de alguma munições, não muito poderosas.

A 14 de Outubro de 1918, quando navegava da Madeira para os Açores, escoltando o paquete "São Miguel" foram avistados pelo submarino alemão U-139.

O submarino tentou atingir o paquete "São Miguel", mas não o conseguiu porque o "Augusto Castilho" ser interpôs.

O paquete "São Miguel" conseguiu chegar a salvo aos Açores. Entretanto, o "Augusto Castilho" lutava contra o submarino, mas devido à falta de munições e depois de ser sequeado pelos alemães, rendeu-se. Acabou por se afundar com cargas de demolição colocadas pelos alemães.

 

Nuno Carvalho

 

publicado por projecto9b às 16:59

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO