26
Fev 09

   

 

O regime do Estado Novo começou a estruturar-se a partir do início da década de 30, com a chegada de Salazar ao poder, lugar que iria ocupar durante quase quarenta anos. A Constituição de 1933 foi o diploma que institucionalizou a nova ordem política e social.

A Constituição de 1933 era vincadamente influenciada pela reacção antiparlamentar que caracterizava vários regimes europeus nesta década. Nela se definia que a soberania reside na nação, exercendo-se através de quatro órgãos: chefe do Estado, Assembleia Nacional, governo e tribunais. O funcionamento dos partidos políticos foi proibido, criando-se, para mobilizar a opinião eleitoral, a União Nacional, que passava a enquadrar todos os que quisessem participar na actividade política. Neste contexto, a oposição foi obrigada a refugiar-se em formas clandestinas, que foram violentamente perseguidas pela polícia política. Este facto, aliado à manutenção da censura prévia, suprimiu por completo o diálogo político e contribuiu para impedir a renovação ideológica de regime.

Com a aprovação da Constituição, terminou o período da Ditadura militar (1926-1933), dando lugar àquilo a que a propaganda oficial chamou o Estado Novo (1933-1974).

 

 

Joana de Sousa

publicado por projecto9b às 17:44

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18

22
24
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO