23
Fev 09

A Exposição do Mundo Português foi a maior exposição realizada em Portugal até à Expo 98. Esta exposição tinha como objectivo comemorar as centenárias datas da Fundação do Estado Português, em 1140, e da Restauração da Independência, em 1640.



Nau de Portugal, na Exposição.


A Exposição do Mundo Português foi inaugurada a 23 de Junho de 1940, pelo Chefe de Estado, Marechal Carmona, acompanhado pelo Presidente do Conselho, António Oliveira de Salazar, e pelo Ministro das Obras Públicas, Duarte Pacheco.

A Exposição do Mundo Português foi cuidadosamente preparada e brilhantemente apresentada pelos melhores arquitectos, artistas e decoradores de Portugal de então. Esta Exposição constituiu, para além dos seus notáveis aspectos estéticos, uma típica manifestação fascistizante no modo de interpretar o passado e de abusar dele para testemunhar o presente e anunciar o futuro.

A Exposição do Mundo Português dividia-se em três conjuntos de edifícios, um consagrado à Historia de Portugal, outro à Etnografia Metropolitana e o terceiro à Etnografia Colonial.

Situada na Praça do Império, entre a Avenida da Índia e a Rua de Belém, a Exposição estava definida lateralmente por dois grandes pavilhões, longitudinais e perpendiculares ao Mosteiro: o Pavilhão da Honra e de Lisboa, e do outro lado, o Pavilhão dos Portugueses no Mundo, ocupando uma vasta área junto ao Rio Tejo, tendo por pano de fundo o Mosteiro dos Jerónimos.



Mosteiro dos Jerónimos


Lisboa transformou-se assim na capital da Cultura e da História, com o objectivo de mostrar a grandeza histórica de Portugal, salientando o seu papel de difusor civilizacional à escala do globo. Esta exposição pode ainda considerar-se um sucesso pessoal para Salazar.

A Exposição do Mundo Português foi encerrada em 2 de Dezembro de 1940.




Bandeira da Exposição




Filipe Rodrigues

 

 

publicado por projecto9b às 21:09

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18

22
24
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO