09
Out 08

Manuel Joaquim Borges, o meu bisavô materno, nasceu em Sucçães, Mirandela, a 23 de Setembro de 1891. Casou com Maria Emília Pires Borges, nascida também na mesma região, a 17 de Novembro de 1892.

Sendo já pai de dois filhos, o meu bisavô foi recrutado para a Grande Guerra, em 1916, tendo o seu contigente partido do Porto com destino a França.

À saudade sentida juntaram-se, no campo de batalha, condições desfavoráveis como a falta de alimentos e de uniformes adequados às baixas temperaturas que aí se faziam sentir.

Embora o meu bisavô não gostasse de falar desta sua experiência de vida, contava no entanto que na Batalha de La Lys as tropas portuguesas foram enviadas para a Frente com o intuito de travar o avanço alemão. Consta que desta forma protegiam a vida dos contigentes aliados.

Durante este confronto, nas trincheiras, esteve debaixo de fogo e, juntamente com os seus companheiros, acabou por se refugiar num cemitério, onde passou uma noite entre duas campas. De uma delas arrancou um pequeno crucifixo que o acompanhou durante o resto da guerra e da vida.

Apesar de não ter sido afectado pelo gás mostarda, sofreu bastante ao presenciar a morte de muitos colegas do seu continente que foi dizimado.

Finda a guerra, regressou a Portugal, onde se defrontou com uma grande falta de desemprego, consequência de uma grave crise económica. A necessidade de sustentar a família, levou-o a tomar a decisão de embarcar para África, em busca de um futuro promissor. A sorte parecia estar do seu lado e, com uma pequena quantia que ganhou na lotaria, comprou uma viagem que, passando pelo Mediterrâneo e pelo canal de Suez, o lavaria à África Oriental, mais concretamente a Moçambique (Lourenço Marques).

Dois anos mais tarde a minha bisavó foi ao seu encontro, acabando por ser dos primeiros colonos da cidade.

 

 

Do lado direito, o meu bisavô

 

Carolina Santos

 

publicado por projecto9b às 17:22

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO