21
Mai 09

A minha avó contou-me que, nas aldeias, as camisas dos homens eram de linho, com a parte da frente de seda, e as calças eram de fazenda amarela de serrubeque, um tecido que já não se vende. As mulheres usavam saias compridas até aos pés, batas de linho, lenços de seda, blusas e calçavam sapatos rasos de atacadores que o sapateiro fazia.

Mais tarde, as raparigas mais novas usavam umas saias curtinhas às pregas, vestidos às flores com folhos, sandálias e tinham cabelos compridos soltos.

As crianças, quando nasciam, usavam baetas e fraldas de pano.

Quando morria alguém, as mulheres vestiam-se todas de preto e colocavam um xaile pela cabeça. Os homens não cortavam a barba durante um mês e usavam o gabão, um casaco preto comprido, pela cabeça.

 

A minha avó Lúcia Rodrigues

Mara Ribeiro

publicado por projecto9b às 07:19

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
15
16

19
22
23

27
28
29



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO